CONTADOR

segunda-feira, 13 de abril de 2009

AS ALMAS INFELIZES


AS ALMAS INFELIZES

As almas dos infelizes
Envelhecem muito cedo
Porque de rir têm medo
Seguem outra directrizes .

Vogando desconsoladas
Entre suspiros e ais
Sem ornamentos vitais
Não passam d' almas penadas...

Pois o denso gargalhar
Que elas sabiam dar
Caiu em poço profundo:

Rege-as outro alvará...
Já não são almas de cá
São almas do outro mundo!!


( Soneto baseado em“As almas infelizes envelhecem muito mais cedo”
Pensamentos de Camilo Castelo Branco)

ESCRITO PELO POETA QUE MAIS AMEI NESTE MUNDO, MEU PAI. (1921/2003)


12/11/1990
Filipe Josué

Sem comentários: