CONTADOR

quarta-feira, 20 de maio de 2009

PRIMAVERA BRANCA


Primavera Branca

Há sol azul
nos olhos do ancião,
metamorfoses de vidas
esvoaçando como tule
adormecem esse olhar
de solidão.
Cabeça pendendo sonhos
recordações
do distante
memórias de luares antigos
polvilhados de emoções
de cor imaculada
e cheiro a ontem.
Tudo é Primavera branca
cabelo, barba, ilusão...
a face nívea desgostos tranca
só os olhos é que não.

Liliana Josué

Sem comentários: