CONTADOR

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

























FOTOS DE LUISA ORNELAS

MONTANHA AZUL

Vi ao longe uma montanha
vestida de céu azul
e franjas de nuvens brancas.
Os desejos eram pássaros vermelhos
pairando sobre o diáfano tule
na força que a cor lhes dava.
Rubro fogo... poderosos pássaros...
supremo crer que na vida se entranhava.

No verde sopé da montanha
dançavam vontades brancas
em forma de borboletas.
Beijos risonhos tingiam
esses desejos vermelhos.
Afectos macios acariciaram vontades francas
numa harmonia perfeita
de penas celestes feitas, e cor de prata
retocando todos os seres
renovados pela esperança da unidade
acreditando que:
onde qualquer coração bata
o eco seja um só
batimento Universal.

União de todos os seres
onde a diversidade
não traga desarmonia ou confronto...
apenas tons matizados
centrando-se num só ponto.

Liliana Josué

2 comentários:

Anónimo disse...

Lindíssimo poema! Parabéns.
Beijinho
Sustelo

Liliana Josué disse...

Olá Sustelo

Muito obrigada pelo seu simpático comentário.

Um beijinho amigo.