CONTADOR

quarta-feira, 3 de março de 2010

O MÉTODO DA DÚVIDA




A chuva pesa, o céu está negro
assim como tu!
Carregas lágrimas de chumbo
cor do segredo
que transforma o teu semblante.
Envolves-te nesse céu todo segredo
que te impuseste
numa obstinada pseudo consciência.
Mas a dúvida tolda tudo aquilo que quiseste:
Vida amorosa, doce, abençoada… .
Será que isso existe?
Estará toda ela assente em consistência?...
Sabes que não!
A vida é uma barca ameaçada
pela enorme vaga da imprecisão .
Caminha com cautela, mas sem medo
segura as tempestades dos Invernos
expulsando os escuros dias
e sai desse degredo.
Perscruta os gatos de olhos ternos
e tal como querias
explode em alegrias.

Liliana Josué

2 comentários:

Anónimo disse...

TODA A PERFEIÇÃO QUE VEJO NA TUA MANEIRA DE EXALTAR A POESIA ME FAZ FELIZ. É LINDO ESTE POEMA. MÁRIO

Liliana Josué disse...

Olá Mário

Os teus comentários são sempre estimulantes.
Muito obrigada.