CONTADOR

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

OBSESSÃO




OBSESSÃO




Ele caminha em passo tenso

corpo curvado

olhar cansado

cada nervo é um veio de pedra

cada suspiro uma recordação.



Se no seu olhar obstinado repara numa flor

toca-a de leve e dá-lhe o teu nome



Se casualmente observa uma ave

em furor alucinado dá-lhe o teu sorriso



Se na sua solidão olha o céu

dá-lhe ansioso a cor do teu olhar



Se por acaso tropeça numa pedra

num arremesso dá-lhe o teu sentir



Se ao deitar-se na cama fria não te vê

ainda assim dá-lhe o teu corpo



Se ao adormecer sente o bater do coração

chama por ti e abraça a ilusão.


Liliana Josué



Sem comentários: