CONTADOR

sexta-feira, 11 de outubro de 2013



 PEQUENA CATARINA

 Frágil haste em jardim desidratado
pérola macia gerada no amor entre dois corpos...
pequena rola pedindo seus carinhos
semente-flor do apaixonado beijo.

Pedes ternura na inconsciência
dos teus braços estendidos e mãos abertas
e dás por ela quando nos dedos apertas
aquela outra mão da protectora mãe
ou a consoladora concha do peito paternal.

Pequena fonte de água pura
que vai enchendo os nossos corações
de muita esperança nesta dura e seca vida.

És um cântico inocente
uma brisa de ternura
o sonho na realidade.

Sente o quanto és necessária
o mundo espera por ti
com olhos de ansiedade.

Frágil haste em jardim desidratado
pequena fonte de água pura
semente-flor do beijo apaixonado.


Liliana Josué




Sem comentários: