CONTADOR

sexta-feira, 11 de outubro de 2013







VIDA DA MINHA VIDA

Todos os dias acontece...
coisa normal e necessária
todos os dias é novidade...
primordial renovação

e a pequenina flor vai crescendo devagar

no calor do seu aquoso mundo
é frágil nenúfar
em germinação suave.
Ouve o cântico que vem de longe
pára, sorri e reconhece
ser para si que alguém murmura.

Pequena, tão pequena
mas já percebe
que o amor lhe dá vigor todos os dias.

Os contratempos fogem, por encanto
e as duas num espaço partilhado
dobram a esquina
de mais um dia
e pouco a pouco
num espanto vencedor
aquelas duas aves vão triunfando
voando lado a lado

Liliana Josué

2 comentários:

Marcelino disse...

Que texto lindo, minha irmã camoniana, é , digo camoniana pra valorizar nosso mestre maior o Luís Vaz. Tu não deves muito a ele tua escrita está linda.

Liliana Josué disse...

Obrigada Marcelino
Como sempre está atento ao que coloco no meu blog, é um leitor fiel, muito obrigada.
Agradeço as suas magníficas palavras mas parece-me que exagera um grande bocado, como Camões eu?????? Quem me dera.