CONTADOR

terça-feira, 22 de setembro de 2015

MAIS UM INJUSTIÇADO

(Desenho de Ralph Nixon Jr. - Pintor Norte Americano contemporâneo)


(Poema dedicado a A. )

(Vai juntar-se a muitos outros)

Filho de linda terra
onde o mar, serras e papoilas
abraçam o teu olhar
e te dão beijos de amor
(mas só ela, esta terra) para além dos entes queridos.
Mas vais ter de a deixar
porque bárbaros indigentes
de falácia “erudita”
te dão espantoso incentivo 
de que noutras terras serás bem apreciado
e também um  exemplo a seguir!.
Sem dignificar o valor e integridade
que este país de gente nefasta
pudesse, em seu proveito, desfrutar

Abram-se as portas
deixem-no passar

Olhos de mãe que choram
boca de pai que se aperta
esposa amada em apática expectativa
sementinha a germinar numa inocência feliz…
a emoção da partida.

Vai, abraça uma outra vida
faz florir novas ideias
explora apetecíveis horizontes
que te darão um manancial de cores
despreza carrascos e aduladores
sem qualquer valia ou humanidade

Promete que vences
sê Gente na tua humildade

Aqui irias certamente definhar
numa infringida podre letargia

mas não esqueças a linda terra
onde o mar, serras e papoilas
abraçaram o teu olhar.

22/09/2015

Liliana Josué

Sem comentários: