CONTADOR

sábado, 16 de abril de 2016

LAÇOS DE VIDA

Olhos com brilho de morna lua inocente
gesto  inconsciente de brinquedo atirado ao chão
em espaço estranho,
paredes frias
vidros baços
olhos doces que serão sempre laços de vida

enfado, tanto enfado
num sorriso não conseguido
brancas faces
corpo frágil
pensamento perdido no vácuo

mar de esperança

rebentando em marés de certeza 

Liliana Josué


Sem comentários: